INCA recomenda redução progressiva do uso de agrotóxicos

INCA recomenda redução progressiva do uso de agrotóxicos

O Instituto Nacional do Câncer (INCA), órgão do Ministério da Saúde, se posicionou pela 1ª vez pela diminuição do uso de agrotóxicos. Ele recomendou o estabelecimento de ações que visem à redução progressiva e sustentada do uso de agrotóxicos, como está previsto no Programa Nacional para Redução do uso de Agrotóxicos.

Em substituição, o INCA apoia um modelo que otimize a integração entre a capacidade produtiva, uso e conservação da biodiversidade e dos demais recursos naturais essenciais à vida. Isto porque este modelo, de acordo com o INCA, além de incentivar a produção de alimentos livres de agrotóxicos tem como base o equilíbrio ecológico, a eficiência econômica e a justiça social, fortalecendo agricultores e protegendo o meio ambiente e a sociedade.

Agrotóxicos e a saúde

De acordo com o INCA, uso de agrotóxicos pode causar intoxicações agudas e crônicas. As agudas são aquelas que afetam principalmente pessoas expostas em seu ambiente de trabalho e são caraterizadas por: irritação da pele e olhos, coceira, cólicas, vômitos, diarreia, espasmos, dificuldades respiratórias, convulsões e morte. Já as intoxicações crônicas, segundo o INCA, podem afetar toda a população. Isto porque elas são decorrentes da presença de agrotóxicos nos alimentos e no ambiente, geralmente em doses baixas.

Os efeitos da exposição crônica aos agrotóxicos podem aparecer muito tempo depois, o que dificulta a relação com os agrotóxicos. Entre as consequências da exposição crônica a ingredientes ativos de agrotóxicos estão: infertilidade, impotência, abortos, malformações, neurotoxicidade, desregulação hormonal, efeitos sobre o sistema imunológico e câncer. (mais…)

Comente!

10 dicas de nutrição para pacientes em tratamento do câncer

10 dicas de nutrição para pacientes em tratamento do câncer

Seja por meio de quimioterapia, radioterapia ou hormonioterapia, o tratamento do câncer pode provocar efeitos colaterais que interferem até na alimentação do paciente. “O tumor e o tratamento fazem o metabolismo da pessoa gastar mais energia e, ao mesmo tempo, perder o apetite, o que pode provocar desnutrição”, contra o nutricionista Nivaldo Pinho, chefe do Serviço de Nutrição do Hospital do Câncer I do Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Junto a essa dificuldade, o tratamento pode causar náuseas, diarreia, falta de salivação, alteração no paladar e dificuldade de mastigar e digerir os nutrientes. A fim de amenizar esses efeitos, os cuidados na escolha dos alimentos e na forma de realizar as refeições devem ser redobrados. Anote o que especialistas em nutrição oncológica recomendam para garantir todos os nutrientes necessários e ter um corpo mais preparado para vencer essa doença. (mais…)

Comente!

Câncer de pênis: raro, sério e pouco discutido no país

Câncer de pênis: raro, sério e pouco discutido no país

A doença responde por poucos casos de câncer nos homens. No entanto, torna-se muito grave porque atinge a camada da população de baixo nível econômico, que convive com a miséria e com a falta de informação sobre o assunto. No Brasil, o tumor representa 2% de todos os casos de câncer no homem, sendo mais frequente nas regiões Norte e Nordeste. Entretanto, nas regiões de maior incidência, o câncer de pênis supera os casos de câncer de próstata e de bexiga. Maranhão, Ceará, Pernambuco, Bahia e Pará são os estados com maior concentração de casos de câncer de pênis no Brasil. A informação consta do estudo epidemiológico da doença no país, realizado pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).

Assim, está diretamente relacionado às baixas condições sócio-econômicas e de instrução, à má higiene íntima e a indivíduos não circuncidados. O dado social mais triste é o de que a maioria dos casos só é descoberta em estágio avançado, quando o único tratamento possível é a retirada total do órgão.
A falta de higiene é um dos maiores fatores de risco para esse tipo de câncer. Faz parte da prevenção da doença lavar o o pênis diariamente com água e sabão, em especial debaixo do prepúcio, a pele que recobre a cabeça do genital (glande). Esse ato não só impede o surgimento de infecções, como leva o homem a observar se existe algum tipo de alteração ou ferida no órgão. (mais…)

Comente!

A alimentação saudável do paciente com câncer

A alimentação saudável do paciente com câncer

Dentro dos quatro cantos do mundo ouve-se comentários diversos sobre os cuidados da alimentação no paciente com câncer. Apesar das controvérsias, estes cuidados devem existir e já são um fato consumado.

Sabe-se, por exemplo, que determinados tipos de câncer levam a alterações metabólicas que aumentam muito o gasto energético do organismo, levando o paciente à perda de peso progressiva e deixando o seu equilíbrio nutricional ainda mais vulnerável. Por isso é sempre importante um cálculo correto do total calórico a ser ingerido no dia a dia do paciente oncológico, a fim de compensar este gasto calórico extra causado pela doença e evitando assim uma desnutrição acelerada.
É sempre interessante utilizar alimentos com alta densidade energética, ou seja, aqueles com alto valor calórico e nutricional mesmo em pequenos volumes, como azeite extravirgem, oleaginosas e suplementos alimentares específicos. (mais…)

Comente!

Câncer durante a gravidez requer cuidados para evitar danos ao feto

Câncer durante a gravidez requer cuidados para evitar danos ao feto

Câncer durante a gravidez não é comum, porém o especialista se depara com alguma frequência com a necessidade de tomar decisões sobre administração de tratamentos oncológicos, quimioterapia e/ou radioterapia em mulheres durante o período de gestação.

O diagnóstico de câncer mais comum durante a gravidez é o de câncer de mama. O tratamento mais frequentemente proposto é a cirurgia. A quimioterapia e radioterapia devem ser administradas quando indicado, devendo sempre que possível respeitar certos marcos do desenvolvimento do feto na gestação. Sabemos que a quimioterapia deve ser evitada durante o primeiro trimestre da gravidez, pois pode afetar o desenvolvimento do feto. A radioterapia deve ser evitada durante toda a gestação, e sempre que possível optar pela cirurgia. (mais…)

Comente!

Exercícios proporcionam bem-estar a pacientes com câncer

Exercícios proporcionam bem-estar a pacientes com câncer

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a estimativa brasileira para 2014/2015 é que sejam diagnosticados 576 mil casos novos da doença, incluindo os casos de pele não melanoma. O câncer de pele do tipo não melanoma (182 mil casos novos) será o mais incidente, seguido pelos tumores de próstata (69 mil), mama feminina (57 mil), cólon e reto (33 mil), pulmão (27 mil), estômago (20 mil) e colo do útero (15 mil).

Muito embora a incidência da doença seja alta, os avanços no diagnóstico e tratamento aumentaram a taxa de sobrevida e qualidade de vida dos pacientes. Aliado ao tratamento, outras variáveis como a prática da atividade física passaram a fazer parte das recomendações para melhora nos índices de bem-estar e redução dos efeitos colaterais do tratamento, além dos efeitos tardios. (mais…)

Comente!

Próstata aumentada nem sempre indicará um câncer

Próstata aumentada nem sempre indicará um câncer

O câncer de próstata (CaP) foi responsável por 1,1 milhão de novos casos e 300 mil mortes no mundo em 2012. No Brasil, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima 70 mil novos casos para este ano. A justificativa para esse aumento da incidência nas últimas três décadas foi a descoberta do PSA e seu uso indiscriminado como exame de rastreamento.

Um dos grandes diagnósticos diferenciais do câncer de próstata é a chamada hiperplasia prostática benigna (HPB), a qual consiste no aumento homogêneo da próstata que ocorre na terceira idade como consequência da exposição prolongada à testosterona que o homem sofre ao longo da vida. (mais…)

Comente!

Câncer de testículo está ligado a suplementos para ganho de massa muscular, diz estudo

Câncer de testículo está ligado a suplementos para ganho de massa muscular, diz estudo

O consumo de suplementos para ganho de massa muscular a base de creatina ou androstenediona está relacionado ao maior risco de câncer de testículo, de acordo com uma pesquisa publicada no British Journal of Cancer.

Os pesquisadores analisaram os hábitos de 900 homens de Massachussets e Connectitcut, Estados Unidos. Eles descobriram que aqueles que usavam suplementos para ganho de massa muscular a base de creatina ou androstenediona tem 65% mais chances de desenvolver o câncer de testículo. Os estudiosos definiram como uso o consumo de um ou mais suplementos em questão uma vez na semana por quatro semanas consecutivas ou mais. (mais…)

Comente!

Tire dúvidas sobre o câncer de tireoide

Tire dúvidas sobre o câncer de tireoide

O que é a tireoide?

A tireoide é uma das glândulas mais importantes do nosso corpo. É ela que regula a produção de hormônios que interferem no funcionamento de vários orgãos do corpo humano, como o coração, os rins, intestino e, no caso das mulheres, regula o ciclo menstrual. Ela tem apenas 25 gramas e fica no pescoço, entre a laringe e a faringe.
Quais são os tipos de câncer de tireoide?

Segundo o endocrinologista Fabiano Tegão Nave, da clínica OrthoHormone, em São Paulo, há três tipos de carcinomas: os bem diferenciados (papilífero e folicular), os moderadamente diferenciados (medular) e os indiferenciados (anaplásico). (mais…)

Comente!

Passe longe do câncer de mama com hábitos saudáveis

Passe longe do câncer de mama com hábitos saudáveis

O câncer de mama é o tumor que mais mata mulheres no Brasil – mais 10 mil óbitos por ano, segundo o Ministério da Saúde. A maneira mais popular para a detecção precoce desse câncer é o autoexame de toque. “Ele ajuda a fazer um diagnóstico precoce da doença, aumentando as chances de cura”, diz o mastologista Domingos Auricchio Petti, coordenador do CIAMA – Instituto da Mama do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Já a mamografia e o ultrassom de mama são os exames mais precisos, que podem diagnosticar o tumor na mama. “O rastreamento mais viável para reverter esse quadro é a mamografia. Ela consegue encontrar tumores menores do que um centímetro. Nesse estágio, 95% dos casos são tratáveis”, explica o oncologista Ricardo Caponero, do Hospital Albert Einstein.

Além do diagnóstico precoce, existem hábitos que ajudam a evitar o desenvolvimento dessa doença. Saiba quais são eles e aumente a sua proteção. (mais…)

Comente!

Página 30 de 34« Primeira...1020...2829303132...Última »

Dicas

Qualidade de Vida é um conceito amplo onde inclui bem estar físico, emocional, social e espiritual. Muitas vezes os tratamentos oncológicos como quimioterapia, radioterapia, cirurgia, hormonioterapia, entre outros, podem causar alguns efeitos colaterais que podem interferir na qualidade de vida do paciente.
É importante que o paciente procure fazer atividades que lhe tragam prazer e o mantenham ativos. Preste atenção se houver muita tristeza, isolamento, sonolência, esquecimento, choro fácil, pois esses sintomas podem sinalizar um quadro depressivo que é comum em pacientes oncológicos.
Mantenha-se ativo, muitas vezes não há restrição ao trabalho, saia com amigos, conviva com sua família, participe de grupos de discussão, isso tudo o ajudará durante o tratamento.
Dicas

Blog